UNDIME/MT

05/11/2020

FNDE e Banco do Brasil mudam funcionalidade do Cartão Pnae para débito em conta

   


Entidades executoras agora podem efetuar pagamentos dos gêneros alimentícios com mais agilidade e controle

Com o objetivo de aprimorar a gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em parceria com o Banco do Brasil, agora oferece o Cartão Pnae na função débito para as entidades executoras de todo o país. Assim, prefeituras municipais e secretarias estaduais de educação que utilizam o cartão contam com a vantagem de um processo mais ágil e transparente para a utilização dos recursos federais na aquisição de gêneros alimentícios do Pnae.

A Conta Cartão Pnae é uma conta corrente que possibilita à Entidade Executora realizar pagamentos aos fornecedores da alimentação escolar por meio de um cartão magnético. Segundo a coordenadora-geral interina do Pnae, Luciana Gottschall, a mudança do Cartão Pnae para a função débito trará muito mais facilidade e controle para as entidades executoras. “Com essa mudança do cartão para débito, os fornecedores dos gêneros alimentícios irão receber os pagamentos em até 24 horas após a compra, diferente de quando ocorria com o cartão na funcionalidade de crédito, que demorava até 30 dias para ser finalizado o pagamento. Isso traz mais praticidade para a aquisição de gêneros alimentícios do Pnae”, afirmou a coordenadora.

Desde setembro, as prefeituras municipais e secretarias estaduais de educação que aderem à Conta Cartão Pnae já recebem o cartão na função de débito. O FNDE e o Banco do Brasil estão elaborando um plano de ação para as entidades executoras que já utilizavam o Cartão Pnae poderem realizar a substituição da funcionalidade de crédito para débito.

Mais informações sobre o Cartão Pnae e sobre como realizar adesão à Conta Cartão Pnae podem ser encontradas em https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/pnae/pnae-area-gestores/cartao-pnae-area-gestor