UNDIME/MT

21/10/2020

Gamificação na educação é tema de videoconferência promovida pela Seduc; live ocorre nesta quarta-feira (21)

   

Será abordado um conjunto de aplicações já utilizadas por algumas escolas em linguagem digital, games de aprendizagens na web, narrativas e missões como forma de transformar as aulas convencionais numa arquitetura de games




A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promove, nesta quarta-feira (21.10) mais uma live da série de webinars voltadas para a comunidade escolar da rede estadual de ensino.

A temática será “Jogos e gamificação na educação” tendo a robótica como foco. Será abordado um conjunto de aplicações já utilizadas por algumas escolas em linguagem digital, games de aprendizagens na web, narrativas e missões como forma de transformar as aulas convencionais numa arquitetura de games.

Trata-se de uma metáfora que tem ganho materialidade no contexto da educação básica - os games como encantamento e engajamento de professores e estudantes no processo de mediação e aprendizagem.

A programação será transmitida, das 18h às19h, pelo canal do You tube do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro) de Cuiabá. 

A live terá por mediador o professor Edevamilton Oliveira, da Seduc e contará com os palestrantes professores Vicente Willian da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio), Jeozadaque Marcos (EE. Joaquina Cerqueira Caldas), José Divino Divino (EE. José de Mesquita) e, participação especial dos estudantes Michele Chimenes (EE. José de Mesquita), Wallacy Matheus (EE. José de Mesquita) e Wellington Luiz Arruda Fernandes - egresso da Escola Estadual José de Mesquita.

“Gamificação é transformar a aula em jogo, entretenimento e usar as técnicas de desenvolvimento de jogos para provocar engajamento em estudantes. Não deve ser apenas concluir objetivos dos jogos, mas sim, fazer com que os componentes curriculares se transformem em conhecimento. O não jogo precisa estar em cena, pois, o não jogo é o limite da eterna recompensa. O desejo de ganhar algo é um engajador muito mais potente do que o medo de perder”, destaca o superintendente de Políticas de Desenvolvimento Profissional da Seduc, Adriano Sabino.

Sabino assinala que a webinar trata-se de um diálogo descontraído tendo professores como mediadores e estudantes como protagonistas.

“O objetivo é que esses estudantes possam apresentar aos demais colegas da rede como, no período de pandemia, deram continuidade aos estudos com a utilização das tecnologias digitais de informação e comunicação”.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, salienta que a ideia de realizar a série de webconferências visa promover momentos de debate em torno de temas contemporâneos, que provoquem reflexões críticas sobre o cenário de transformação mundial, permitindo a reação de forma positiva diante do cenário de crise.