UNDIME/MT

24/09/2020

 

14/09/2020

 

“O Planejar e a Reorganização Pedagógica na Gestão Municipal da Educação para 2021”.

O objetivo deste evento é proporcionar aos Dirigentes Municipais de Educação, aos Coordenadores Pedagógicos, Técnicos das Secretarias Municipais de Educação e aos profissionais docentes e não docentes o aprimoramento de seus conhecimentos, para assumir compromissos com o esforço coletivo e colaborativo, com vista ao replanejamento e reorganização da gestão municipal  da educação e da saúde durante e pós pandemia;  propor estratégias eficiente para fortalecer o processo de formação contínua do corpo docente e não docente das unidades escolares, através do planejamento de momentos pedagógicos que levem a reflexões, discussões, além de suscitar questões que promovam ações que contribuam diretamente para a ampliação de conhecimentos e a melhoria  da educação com promoção da aprendizagem com vistas a garantia dos direitos e deveres para uma educação de qualidade.


Clique aqui para assitir




10/09/2020

Dos municípios respondentes, 4.114 (96%) afirmaram que estão oferecendo atividades pedagógicas não presenciais aos estudantes durante o período de calamidade pública, causada pelo novo coronavírus e 158 redes municipais disseram não oferecer tais atividades.  Leia mais!


volta às aulas


A Escola Superior do MPSP e o Grupo de Trabalho de Enfrentamento à COVID-19 do Gabinete do PGJ - Comitê Temático de Educação promoveu o webinar "A problemática da volta às aulas o contexto da atual pandemia", o qual foi transmitido ao vivo pelo YouTube da ESMP nesta quarta-feira (09/09), às 09h. 

A partir de entrevistas em profundidade com secretários de Educação de 20 redes de ensino – 16 municipais e 4 estaduais –, o Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) e o Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB) traçaram um panorama sobre o planejamento para a voltas às aulas no País, mostrando quais os aspectos que estão mais ou menos avançados. Os resultados estão disponíveis no estudo “Planejamento das redes de ensino para a volta às aulas presenciais: saúde, permanência e aprendizado”, divulgado no dia 28 de agosto (sexta-feira). Leia mais!