UNDIME/MT

14/11/2019

Base curricular mais próxima das salas de aula

   


Desafio agora é a formação adequada dos professores

A fase de reelaboração curricular da educação infantil e do ensino fundamental foi encerrada com a aprovação dos currículos dos estados do Amazonas e do Rio de Janeiro. Assim, o Brasil possui agora os 27 referenciais curriculares estaduais alinhados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular) —e isso é um marco por diversos motivos.

Foi mais um passo de um processo iniciado em 2015, quando o documento nacional que define os direitos de aprendizagem e de desenvolvimento de todos os estudantes da educação básica —a BNCC— começou a ser feito. Agora, esses direitos estão explicitados e contextualizados, também, nos referenciais curriculares estaduais. Dessa maneira, a partir do próximo ano a essência da BNCC passa a ser implementada em todas as escolas de educação infantil e ensino fundamental do país. leia mais...