UNDIME/MT

25/09/2019

Saeb - Relatório detalhado por estado é um dos destaques da publicação de 2017

   


Um panorama da avaliação básica brasileira acaba de ser publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Relatório Saeb 2017. O documento traz, em uma única edição, todos os aspectos relativos aos resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017, o mais recente realizado no país, apresentando o desempenho dos estudantes em matemática e língua portuguesa, por etapa avaliada, com dados agrupados por unidade da Federação.

No relatório, pesquisadores e gestores educacionais podem consultar informações específicas de cada estado. A publicação articula informações do Censo Escolar da Educação Básica e do Saeb, além de outros indicadores produzidos pelo Inep.

Na segunda parte do estudo, estão descritos os instrumentos utilizados, as matrizes de referência e a metodologia de aplicação, além de exemplos de itens comentados. O relatório faz uma contextualização da avaliação, citando a adoção de vários instrumentos para aprimorar o Saeb. Entre eles, estão a adoção da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em 1995; a expansão do Saeb em 2005, que passou a ter aplicações censitárias; e a instituição da Prova Brasil (Avaliação de Rendimento Escolar – Anresc), que permitiu a divulgação dos resultados de desempenho por cada escola e município participante.

A edição do Saeb 2017 contou com a participação de mais de 73 mil escolas e aproximadamente 5,4 milhões de estudantes de escolas públicas e privadas, que, pela primeira vez, tiveram uma amostra avaliada. O número corresponde a 68% dos matriculados no ensino fundamental e médio, de acordo com os dados do Censo da Educação Básica.

Para o Saeb 2019, o Inep traz mais inovações, como os questionários eletrônicos da pesquisa, que já foram enviados para quase 80 mil diretores de escolas e secretários de educação do país. Além disso, uma amostra de gestores de estabelecimentos da educação infantil também irão participar desta coleta de dados, uma ação inédita. Novos grupos de estudantes e áreas de conhecimento também passam a integrar o Saeb. A capacidade de ler e escrever será avaliada em uma amostra de alunos do 2º ano do ensino fundamental. Alguns estudantes do 9º ano farão os testes de ciências humanas e da natureza, além das provas de língua portuguesa e matemática.

A aplicação das provas do Saeb 2019 para mais de 7 milhões de alunos começa em 21 de outubro. Os resultados serão divulgados em 2020 e irão compor o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Saeb – O Sistema de Avaliação da Educação Básica é uma pesquisa de larga escala que permite a avaliação da qualidade da educação ofertada no país, bem como fornece insumos para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento das políticas educacionais. O Saeb é realizado a cada dois anos e é composto por testes cognitivos de língua portuguesa e matemática, que possibilitam aferir a proficiência nessas áreas, além de questionários para os estudantes, professores e diretores de escola.



Fonte: Inep