UNDIME/MT

26/01/2018


O Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB), informa que a primeira etapa do processo de adesão das secretarias municipais, estaduais e distrital de educação ao Programa Mais Alfabetização poderá ser realizado a partir desta terça-feira (23) até o dia 2 de fevereiro, por meio do módulo PAR do Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec). O Programa Mais Alfabetização foi instituído pela Portaria MEC nº 4, de 4 de janeiro de 2018.
Nessa etapa de adesão, os secretários de educação indicarão as escolas participantes e o coordenador de gestão estratégica do Programa, que será o responsável por acompanhar a sua implantação e monitorar. O Programa visa fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização para fins de leitura, escrita e matemática dos estudantes nos 1º e 2º anos do ensino fundamental, com o objetivo de garantir apoio adicional - prioritariamente - no turno regular, com a presença opcional do assistente de alfabetação ao professor alfabetizador, por um período de cinco horas semanais, para as unidades escolares não vulneráveis; ou período de dez horas semanais, para as unidades escolares vulneráveis, considerando os critérios estabelecidos na Portaria MEC nº 4/2018, já mencionada. leia mais...

A diretoria executiva nacional da Undime participou nesta terça-feira, 17 de janeiro, do seminário para debater estratégias de implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O evento, promovido pelo Ministério da Educação (MEC), contou também com a participação de membros do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e representantes de entidades do terceiro setor. Na ocasião, a Undime foi representada pelo presidente e DME de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima; o vice-presidente e DME de Joinville (SC), Roque Antônio Mattei; o presidente da Undime Região Norte e DME de Palmeirópolis (TO), Bartolomeu Moura Junior; o presidente da Undime AP e DME de Porto Grande (AP), José Uilson de Sousa; e o presidente da Undime Região Sudeste e DME de Jeronimo Monteiro (ES), Vilmar Lugão de Britto. leia mais...

16/01/2018

A animação traz o conceito do programa lúdico do ImaginaC para que possamos ocupar, sentir, descobrir e transformar as cidades e comunidades com as crianças. O vídeo mostra os desafios que as crianças enfrentam na cidade e tem como objetivo despertar nas pessoas as condições vividas pelas crianças na cidade. As cidades estão acolhendo e sendo saudáveis para as crianças? Como as crianças se sentem na cidade? Como é ser criança em uma cidade como São Paulo?


Tudo indica que 2018 será um ano agitado. Em outubro, os brasileiros deverão definir o futuro político do País a partir das eleições presidenciais, de governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais e a educação deve aparecer como mote de diversas campanhas.

Além disso, em 2017, o país passou por dois grandes marcos no campo educacional: a Reforma do Ensino Médio e a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Com as novas diretrizes, a expectativa é que as alterações e adaptações dos currículos comecem a ser debatidas e implementadas em 2018. Serão mudanças significativas que vão influenciar os rumos da educação brasileira pelos próximos anos.

Diante desse cenário, é possível projetar alguns desafios que a educação brasileira vai enfrentar no próximo ano. leia mais...
Com o objetivo de combater os índices estagnados do resultado da Avaliação Nacional de Alfabetização, o MEC lançou a Política Nacional de Alfabetização.


A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que o Ministério da Educação (MEC) publicou a Portaria 4/2018 no Diário Oficial da União que institui o Programa Mais Alfabetização. A política pública anunciada pelo governo federal tem por objetivo fortalecer e apoiar as escolas no processo de alfabetização dos estudantes de todas as turmas do primeiro e segundo anos do ensino fundamental.
Entre as principais ações do programa estão a garantia do assistente de alfabetização ao professor em sala. Segundo o MEC, a expectativa é atender a 4,6 milhões de estudantes em 200 mil turmas em todo o país. O investimento será de R$ 523 milhões em 2018. Ainda de acordo com esclarecimentos divulgados pela Pasta em relação ao Programa Mais Alfabetização, todo professor regente contará com o apoio de um assistente de alfabetização para o desenvolvimento de atividades pedagógicas. leia mais...

A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM reuniu representantes de várias entidades vinculadas à área da Educação nesta segunda-feira (15), na sede da instituição, para debater os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica – Fundeb às prefeituras. Durante a reunião, o presidente da AMM, Neurilan Fraga, apresentou dados que apontam um descompasso entre a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o repasse da cota-parte do Fundeb aos municípios em 2017, se comparados com as receitas do imposto e do Fundo, em 2016.
Além do presidente da AMM, participaram da reunião o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Henrique Lopes do Nascimento, a presidente do Conselho Estadual de Educação, Adriana Tomasoni, o presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Allan Kardec, a secretária executiva da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), Cezarina Benites, equipe técnica da AMM, entre outros. leia mais...

08/01/2018


No início da tarde de hoje, 20 de dezembro de 2017, reuniram-se na SASE/MEC, os membros integrantes do Fórum Permanente de Acompanhamento da Atualização Progressiva do Valor do Piso Salarial Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica, criado por Portaria do Ministério da Educação (MEC), conforme estabeleceu a Lei nº 13.005/ 2014 - Plano Nacional de Educação (PNE). O Fórum de Acompanhamento do Piso é formado pelo Ministério da Educação (MEC), pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) - que representam os estados – e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Na ocasião a Undime foi representada por seu Presidente, Alessio Costa Lima, Dirigente Municipal de Educação (DME) de Alto Santo/ CE, pelo Vice-Presidente Roque Mattei, Presidente da Undime/ SC e DME de Joinville/ SC e pelo Presidente da Undime/ SP, Luiz Miguel, DME de Sud Mennucci/ SP. leia mais...