UNDIME/MT

20/12/2017













.

18/12/2017














A plataforma Conviva Educação oferece aos dirigentes municipais de educação a oportunidade de traçar um diagnóstico dos processos de gestão no cotidiano da Secretaria de Educação.
A ideia é propor um conjunto de questões que estimulem a autoavaliação dos processos de gestão de cada secretaria (ou áreas de atuação), para identificar quais são os pontos fortes e verificar quais os processos de gestão podem ser aprimorados. Além disso, a partir do diagnóstico, pretende-se oferecer às secretarias um relatório personalizado com sugestões e recomendações elaboradas por especialistas para melhorar os processos de gestão por meio de uma devolutiva que será encaminhada após o preenchimento de cada questionário. Veja aqui um modelo de devolutiva: http://bit.ly/2jnny2g

A adesão à Política de Educação Conectada está aberta no Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec) no módulo “Educação Conectada”. Objetivo da nova política é universalizar o acesso à internet de alta velocidade nas escolas, a formação de professores para práticas pedagógicas mediadas pelas novas tecnologias e o uso de conteúdos educacionais digitais em sala.
No momento de adesão, as secretarias de educação devem realizar a seleção das escolas e indicar um articulador do Programa que será responsável por atuar, em nível local, na elaboração do diagnóstico e do Plano Local de Inovação da rede. O módulo do Simec está articulado com o módulo do PDDE Interativo, também denominado “Educação Conectada”, para o uso das escolas no que se refere ao Programa.
A política de Educação Conectada, lançada em novembro deste ano, está inserida no âmbito do Programa de Inovação Educação Conectada, instituído por meio do Decreto nº 9.204, de 23 de novembro de 2017, que está em consonância com a estratégia 7.15 do Plano Nacional de Educação. leia mais...

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou proposta (PL 6498/16) que inclui na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) (9.394/96) a possibilidade das escolas situadas em áreas de campo utilizarem metodologias apropriadas à realidade dos alunos.
Entre essas metodologias, está a Pedagogia da Alternância, pela qual o jovem alterna períodos dentro da escola cumprindo atividades curriculares com momentos de prática no campo.
O autor da proposta, deputado Helder Salomão, do PT do Espírito Santo, explicou que essa metodologia dá aos alunos a oportunidade de continuarem estudando enquanto ajudam seus pais nas tarefas rurais, como a colheita por exemplo.
"A escola adapta todo o seu conteúdo, o calendário escolar à realidade dos estudantes e o jovem, para não abandonar a escola, ele tem a oportunidade de, ao mesmo tempo, trabalhar na lavoura e estudar. Então, no período da colheita, o calendário é flexibilizado para que os jovens possam atuar na colheita e no outro período eles estejam na escola. Então é uma forma de nós adaptarmos a escola, a educação do campo à realidade dos nossos jovens e adolescentes." leia mais...
O Conselho Nacional de Educação aprovou nesta sexta-feira, 15, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento normativo que estabelece com clareza os processos essenciais que os alunos devem desenvolver em cada etapa da educação básica brasileira, assegurando os seus direitos de aprendizagem. O documento segue para homologação do ministro da Educação, Mendonça Filho. Com a norma, o Brasil terá pela primeira vez uma BNCC do ensino fundamental, que servirá de parâmetro para a construção dos currículos pelas escolas e redes de ensino. leia mais...

Na noite desta segunda-feira (11), foram anunciados os grandes vencedores da décima segunda edição do Prêmio Itaú-Unicef, que seleciona convênios que promovem ações de educação integral. São quatro parcerias entre organizações da sociedade civil e escolas públicas: Cultura, esporte e cidadania (grande porte), de Criciúma (SC) ; Projeto Olho Vivo (médio porte), de Niterói (RJ); Aluno repórter (pequeno porte), de Bragança (PA); e Circulando a cultura na escola (micro porte), Major Sales (RN).
Os convênios ganharão R$ 200 mil que deverão ser integralmente revertidos para os projetos; metade da verba vai para o colégio e o restante, para a instituição parceira. Foram destaque ainda projetos que receberam menção honrosa: Juventude comunica direitos, de Trairi (CE); Educação cidadã, de Florianópolis (SC); Primeiros passos na educação integral, de Getulina (SP); Cordeletrando - educar, rimar, transformar, de Campos Sales (CE); e Yvyra Yky - educação sócio-cultural-ambiental guarani Terra Vida, Viamão (RS). leia mais...

Em audiência pública na Câmara, governo afirma que assunto deve ser tratado em proposta de emenda constitucional. O relator da proposta, deputado Edmilson Rodrigues, reconhece a necessidade de negociar mais o tema entre os entes federativos.
Responsáveis pela manutenção das creches públicas, os municípios são os maiores interessados na aprovação do projeto de lei que aumenta os recursos para a educação infantil no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O assunto foi tema de debate na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara nesta quinta-feira (7).
A audiência pública discutiu o Projeto de Lei 7029/13 que aumenta de 10% para 50% a complementação que o governo federal faz para financiar o Fundeb. A proposta também aumenta a parcela destinada à educação infantil, que é financiada pelos municípios. Para evitar disputa por recursos, o economista e consultor da Confederação Nacional dos Municípios André Alencar defendeu alterações na proposta. leia mais...

13/12/2017


Foram conhecidas nesta sexta-feira (27) as parcerias premiadas na 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef das regiões Norte e Centro-Oeste (lista abaixo).
O Prêmio tem o objetivo reconhecer e estimular as parcerias entre Organizações da Sociedade Civil (OSC) e escolas públicas no desenvolvimento de ações socioeducativas que ampliem tempos, espaços e conteúdos de aprendizagem para crianças e adolescentes na faixa etária dos 6 aos 18 anos. Desde 1995, já recebeu mais de 17 mil inscrições, premiando iniciativas em 1.752 cidades.
Nesta fase, serão reconhecidas 32 parcerias, selecionadas entre as 96 finalistas divulgadas na etapa anterior. Em cada regional são premiadas quatro parcerias, de acordo com o porte orçamentário das organizações (micro, pequeno, médio e grande). Por esse método, as organizações concorrem dentro de suas regionais com outras do mesmo perfil orçamentário. Como finalistas da etapa anterior, OSC e escola receberam R$ 10 mil cada uma. Agora, como regionais premiadas recebem mais R$ 20 mil cada. leia mais...

Com o projeto “Carrinhos de rolimã: herança de nossos pais”, a professora Daisy Selinger, da Escola Municipal Paulo Freire, em Itanhangá, a 447 km de Cuiabá, foi uma das vencedoras da fase regional do 10º Prêmio Professores do Amanhã, do Ministério da Educação (MEC). Além da vaga como finalista, ela ganhou R$ 5 mil e uma viagem para a Irlanda, em 2018. leia mais...

11/12/2017

Presidente da Undime e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo/ CE, Alessio Costa Lima, fala sobre a importância do Fundeb para a educação e a Proposta de Emenda à Constituição PEC 24/ 2017, da senadora Lídice da Mata (PSB/BA).

Nesta mesma sexta-feira, dia 15, às 11h, faremos um vídeo no Facebook do Conviva com Olavo Nogueira Filho, gerente de políticas educacionais do Movimento Todos pela Educação. Ele vai nos apresentar os dados da pesquisa "O que pensam os professores brasileiros sobre a tecnologia digital em sala de aula". Assista clicando aqui.
Saiba mais sobre o cumprimento das metas dos Planos Municipais de Educação (PME). Acompanhe a videoconferência dia 15, às 14h, ao vivo neste link. Teremos como participantes Cézar Miola, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio Grande de Sul, Francisco Elício Cavalcante Abreu, vice-presidente da Undime Ceará e Dirigente Municipal de Educação de Morrinhos (CE), e Sergio Pompeu, da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca). Deixe suas dúvidas aqui desde já.

05/12/2017

A BNCC como referencial obrigatório para os currículos das redes estaduais, municipais e particulares do país, traz aprendizagens comuns a todos os brasileiros. Para que as aprendizagens propostas pela BNCC cheguem a todos os estudantes, sua implementação precisa ser planejada e acompanhada, com envolvimento de diversos atores e grande mobilização de gestores, técnicos pedagógicos e professores. Essas ações podem e devem começar o quanto antes. A iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) busca responder a esse desafio. Como começar o processo? Quem envolver? Como organizar o cronograma, como planejar a comunicação? Saiba mais

04/12/2017

01/12/2017


Uma pesquisa que acaba de ser concluída pelo Banco Mundial mostra que treinar os professores para interagir mais com os alunos e reduzir a indisciplina em sala de aula pode ter forte impacto na aprendizagem no Brasil. Em um piloto testado em 2015 no Ceará, coordenadores pedagógicos receberam técnicas –que repassavam aos docentes– para gerir melhor o tempo e aumentar a concentração dos alunos. O Gestão na Sala de Aula foi desenhado pelo Banco Mundial, Fundação Lemann e Elos Educacional. leia mais...

Na tarde de última quinta-feira, 23 de novembro, o presidente da república Michel Temer e o Ministro da Educação, Mendonça Filho, lançaram a Política de Inovação Educação Conectada em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, em Brasília. Na mesma ocasião, o presidente Michel Temer assinou o Decreto 9.204, de 23 de novembro de 2017 que institui o Programa de Inovação Educação Conectada. A publicação consta no Diário Oficial da União desta sexta-feira (24).
A Undime acompanhou o evento que contou com a participação de representantes das presidências estaduais e com a presença do presidente nacional e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima. Na ocasião estavam presentes: o presidente Undime AM e DME Tonantins (AM), Edelson Penaforth Pinto; o presidente Undime AP e DME de Porto Grande (AP), José Uilson de Sousa; o DME de Santa Inês (BA), Marcos Paiva Pereira; a DME de Iracema (CE), Sandrileuza Maria Martins Freitas; o presidente da Undime Região Centro-Oeste e DME de Goiânia (GO), Marcelo Ferreira da Costa; o DME de Riacho dos Machados (MG), Jose Fernandes dos Santos; a DME de Bela Vista (MS), Jane Mary Garcia Mattos Carvalho; o DME de Bertolínia (PI), Sávio Alexandre da Rocha Sousa; a presidente da Undime Região Sul e DME de Apucarana (PR), Marli Regina Fernandes da Silva; o DME de Massaranduba (SC), Cristiano Rodolfo Tironi; e a DME de Dois Irmãos do Tocantins (TO), Maria de Fátima Rodrigues da Silva Miranda. leia mais...

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) debate em audiência pública na quinta-feira (30) a continuidade do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). O encontro ocorrerá em Aracajú, capital sergipana, e faz parte de um ciclo de debates promovido pela comissão que passará por todas as regiões do país.
O objetivo é promover discussões sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 24/2017, que torna o Fundeb permanente, uma vez que o fundo tem prazo de vigência até 2020 pela legislação atual. Apresentada pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a PEC está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), sob a relatoria da senadora Fátima Bezerra (PT-RN). Segundo a relatora, que também é presidente da CDR, “trata-se de uma matéria de suma importância para garantir o desenvolvimento com qualidade e o futuro da educação pública brasileira”. leia mais...

Buscando apoiar a implementação da lei 13.019/14 nos estados e municípios, a organização lança guia para formar as organizações e os/as gestores/as.
O material foi produzido no âmbito do “1º Seminário Nacional Organizações da Sociedade Civil e Defensoria Pública – Em diálogo com Gestoras e Gestores sobre a Lei 13.019/14 – MROSC”, que aconteceu em setembro, no Rio de Janeiro (RJ), e propõe auxiliar as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) a acompanharem o processo de implementação da Lei 13.019/14, que regula as relações de parceria das OSCs com União, estados e municípios – o chamado Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC). leia mais...

O Ministério da Educação e a Controladoria Geral da União (CGU) vão estabelecer parceria para trabalhar assuntos como ética, cidadania, transparência e combate à corrupção nas escolas. O assunto foi apresentado nesta quinta-feira, 23 de novembro, em reunião na sede do ministério, em Brasília.
A Undime e o Consed são consideradas parceiras estratégicas nesta ação por serem entidades fundamentais no que diz respeito à educação básica juntos aos municípios e aos estados e, portanto, têm a capilaridade para divulgar os materiais que deverão ser produzidos no âmbito dessa parceria. Por isso, ambas foram convidadas a participar da conversa. leia mais...

Foram convocados mais de 300 municípios, na intenção de que sejam executados os mais de R$ 130 milhões que estão parados.
O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC) realizaram pela primeira vez, nesta terça-feira, 21, o 1º Encontro Técnico com Gestores dos Programas de Educação Infantil. Foram convocados municípios, dos mais diversos estados, que tivessem mais de R$ 100 mil em conta, destinados a ações de Educação Infantil, sem execução. Ao todo, foram chamados 324 municípios, totalizando recursos a serem movimentados na ordem de mais de R$132 milhões. Para isso, o encontro visa levar orientação na execução dos recursos dos programas de apoio à educação infantil, transferidos pelo FNDE e, também, oferecer orientação sobre quais despesas podem ser custeadas com os valores já transferidos. leia mais...