UNDIME/MT

sexta-feira, 4 de março de 2016

Escolas enfrentam despreparo para incluir alunos com deficiência

O debate Educação Inclusiva com Abordagem em Autismo e Síndrome de Down abriu nesta quinta-feira (25) a edição de 2016 do evento Pauta Feminina. A iniciativa tem o apoio da bancada feminina no Congresso Nacional e da Procuradoria da Mulher do Senado.
Durante o evento, a psicopedagoga Lourdes Dias, da Clínica Aprender, afirmou que as escolas brasileiras ainda carecem de profissionais preparados para promover a inclusão de alunos com deficiência. Ela informou que as escolas têm contratado estagiários “sem qualificação, preparo e compromisso” com a criança com deficiência para fazer a ponte entre ela e o professor.
— A formação é fundamental para a inclusão. Um mediador de aprendizagem tem que estar presente e auxiliar o professor, que deve ser a referência em sala de aula. Esse profissional precisa ter um vínculo com o aluno especial e trabalhar visando a sua independência — afirmou a psicopedagoga, que se queixou ainda da falta de adaptação curricular e de um plano de ensino individualizado para facilitar esse processo de aprendizagem. leia mais...

Thalles Monteiro

Sobre Thalles Monteiro

...