UNDIME/MT

10/06/2014

Aprovação do PNE após três anos de discussão exige mais investimentos do governo

   

(Foto: JBatista/Câmara dos Deputados)
(Foto: JBatista/Câmara dos Deputados) 

O Congresso votou na noite desta terça-feira (3) os dois destaques que restavam do Plano Nacional de Educação (PNE): inclusão de programas como Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Programa Universidade para Todos (ProUni) no cálculo dos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a Educação e o uso de recursos da União para auxiliar Estados e municípios a investir valores do Custo Aluno-Qualidade Inicial (CAQi) e do Custo Aluno-Qualidade (CAQ). leia mais...