UNDIME/MT

    19/07/2018

    Como melhorar a gestão hídrica? E otimizar as opções de reuso? Esses são alguns dos desafios listados pela Korea International Water Week. A ideia é que os inscritos para a semana temática proponham soluções. Como prêmio, os melhores candidatos embarcam para uma viagem à Coreia do Sul. Inscrições vão até 30 de julho!

    Não é de hoje que os problemas relacionados à água chamam a atenção do mundo. Formas de garantir o reuso da água, estratégias para a gestão hídrica, uso consciente do recurso em países em desenvolvimento… Esses são, também, alguns dos focos da Korea International Water Week. A semana temática estimula que pessoas do mundo todo proponham soluções para os principais problemas. Como prêmio, oferece uma viagem à Coreia do Sul com tudo pago.

    Qualquer pessoa que tenha interesse em tais questões pode se inscrever, independentemente da formação. A única restrição é que sejam submetidas soluções bem elaboradas e aplicáveis.
    Como concorrer a uma viagem à Coreia do Sul

    O concurso estabelece que cada inscrito submeta soluções por um formulário padrão, disponível no site. Entretanto, vale lembrar que tais propostas devem ter como base os problemas já descritos pela KIWW. Por exemplo, excesso de fluoreto em determinada fonte de água. Para cada desafio, há uma descrição da situação.

    As saídas encontradas pelos candidatos serão avaliadas, então, por cinco critérios. Primeiro, é preciso que a pessoa inscrita tenha entendido o problema e se pautado na sustentabilidade. Deve, ainda, ter elencado soluções viáveis e que causem, de fato, impacto.

    Como prêmio, os melhores projetos são selecionados para a viagem à Coreia do Sul. A semana temática, em que os trabalhos finalistas serão destaque, acontece em setembro, em Daegu.

    18/07/2018


    Estão abertas as inscrições para o 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação (7º FNEx), que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco entre os dias 14 e 17 de agosto. Com o tema “O Direito à educação e a garantia ao acesso, à permanência e à aprendizagem”, a edição 2018 pretende reunir aproximadamente 1.500 Dirigentes Municipais de Educação (DME) e especialistas na área, estimulando o debate sobre a oferta do ensino e as políticas educacionais do país.
    Os participantes poderão se aprofundar em assuntos como financiamento da educação, implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), formação do professor e seu papel no processo de ensino e aprendizagem, além de políticas e programas para garantia do direito à educação. Organizadas em quatro eixos, as oficinas temáticas abordarão os temas: A liderança e a gestão de recursos humanos; Introdução ao sistema municipal de ensino e principais marcos legais; Estrutura da secretaria e práticas pedagógicas; e Administração e gestão dos recursos financeiros. Ainda entre conferências, mesas-redondas, salas temáticas, o 7º Fórum Extraordinário também proporcionará visitas dos participantes às salas de atendimento governamental e a estandes dos parceiros institucionais da Undime. leia mais...

    Portaria do Ministério da Educação publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União institui o Programa de Apoio ao Novo Ensino Médio. O programa vai apoiar as secretarias de educação estaduais e do Distrito Federal na elaboração e execução do plano de implementação de novo currículo que contemple a Base Nacional Comum Curricular, e os diferentes itinerários formativos e a ampliação de carga horária para mil horas anuais.

    As secretarias receberão apoio técnico para elaboração, execução, monitoramento e avaliação do Plano de Implementação do Novo Ensino Médio, materiais de orientação técnico-pedagógica e de gestão e ferramentas digitais para auxiliar no acompanhamento e monitoramento.

    A adesão das secretarias de Educação ao Programa deverá ser formalizada por meio da assinatura de termo de compromisso. Ao aderir, a secretaria se compromete a elaborar e executar o Plano; a validar os produtos elaborados pelas assistências técnicas, que serão encaminhados à Secretaria de Educação Básica; a implantar escolas-piloto com currículo flexível com a oferta de itinerários formativos, a partir de 2019; e a implantar o currículo flexível com a oferta de, no mínimo, dois itinerários formativos, em 100 por cento das escolas do Ensino Médio em Tempo Integral, até 2022.

    Fonte: Agência Brasil

    A comissão especial encarregada de analisar o Projeto de Lei 7180/14, do deputado Erivelton Santana (Patri-BA), que estabelece a chamada Escola Sem Partido, não conseguiu votar nessa quarta-feira (11) o parecer do deputado Flavinho (PSC-SP). Depois de três horas de discussões entre críticos e apoiadores da proposta, o colegiado precisou encerrar a reunião por causa do início da sessão do Congresso Nacional, às 19h40.

    O substitutivo do relator Flavinho prevê que cada sala de aula terá um cartaz com seis deveres do professor, entre eles o de não cooptar os alunos para nenhuma corrente política, ideológica ou partidária; e o de não incitar os estudantes a participarem de manifestações. leia mais...

    O Ministério da Educação (MEC) disponibilizou, no último dia 13 de julho, o curso de apoio ao Desenvolvimento Profissional do Programa Mais Alfabetização (PMAlfa), que busca apoiar os gestores escolares na construção de um diagnóstico do processo de alfabetização. O curso se baseia nos resultados da primeira Avaliação Diagnóstica, além da definição de metas e ações para garantir a aprendizagem de todos os estudantes.

    Destinado a dirigentes estaduais, distrital e municipais, além de técnicos das secretarias, o treinamento dá direito a certificado emitido pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação (Caed) da Universidade Federal de Juiz de Fora/ MG, com carga horária de 40h. leia mais...

    Foi publicado no Diário Oficial da União da última sexta-feira (13), a Lei nº 13.696, que institui a Política Nacional de Leitura e Escrita. A política terá como diretrizes a universalização do direito ao acesso ao livro, à leitura, à escrita, à literatura e às bibliotecas. Segundo o texto, a implantação fica a cargo da União em cooperação com os estados, o Distrito Federal e os municípios e com a participação da sociedade civil e de instituições privadas.

    A lei tem origem no Projeto de Lei (PLS) 2012/2016, de autoria da senadora Fátima Bezerra (PT-RN). A parlamentar defende a leitura como chave mestra para a mobilidade social e o desenvolvimento pleno.

    “Com leitura são formados cidadãos mais críticos, autônomos e mais bem qualificados; são construídas organizações e instituições — públicas ou privadas e do terceiro setor — mais eficientes, eficazes, inovadoras e responsáveis”, afirma Fátima na justificativa do projeto.

    Secretarias de Educação de todo país tem até o dia 15 de agosto para realizar o cadastro e os lançamentos de resultados do Programa Novo Mais Educação (PNME). Prorrogado pelo Ministério da Educação (MEC), o atendimento ao novo prazo é o que garantirá o pagamento da segunda parcela destinada à implementação do programa.

    Além da inserção de dados de estudantes, turmas, mediadores e facilitadores, cabe às secretarias a validação do plano de atendimento, bem como a aplicação e o lançamento dos resultados da Avaliação Diagnóstica no Sistema de Monitoramento e Orientação Pedagógica.

    A Undime reconhece e apoia as iniciativas do Ministério da Educação (MEC) a favor da inclusão de verbas destinadas à educação propostas no texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 aprovado na noite da última quarta-feira (11) pelo Plenário do Congresso Nacional.

    Entre as medidas econômicas previstas em favor da área estão a autorização para nomeação de novos servidores civis para reposição de vagas nas áreas de educação, e em instituições federais de ensino recentemente criadas. Na lista de ações sociais, o texto aponta como medidas prioritárias para 2019 as metas do Plano Nacional de Educação (PNE); a proibição de contingenciamento dos recursos captados pelas universidades e instituições públicas de ciência e tecnologia, como doações e convênios; a destinação de três emendas obrigatórias de bancada estadual do Congresso para as áreas de educação, saúde e segurança pública; e a correção dos recursos totais da educação e da assistência social pela inflação.

    A Undime reitera, ainda, que conta com o apoio de toda a sociedade e a sensibilidade dos parlamentares e do Governo Federal para aprovação do texto proposto para a educação sem vetos ou sanções.

    A Educação Pública é um direito de todos e dever do Estado!

    A Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular, promovida pela Ação Educativa, nasceu em 2016, quando o país se viu diante de um cenário político de graves ameaças à luta por direitos e à ordem democrática. Três anos depois, e após a crescente lista de retrocessos impostos às áreas sociais, a Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular 2018 vem trazer aos participantes um espaço de ação e esperança. A proposta é trazer atividades que trabalhem práticas e experiências concretas e palpáveis, tendo em vista a sobrevivência no cenário adverso que vivemos, em busca da retomada de direitos.
    Serão abordados diversos temas no âmbito dos Direitos Humanos, por diversos profissionais e pesquisadores capacitados, a fim de avançar nos debates mais urgentes que tangem o âmbito nacional e internacional, fazendo oposição ao racismo, ao sexismo, à xenofobia e a qualquer tipo de discriminação e desigualdade. leia mais...

    13/07/2018



    Já está disponível a avaliação do 11º Fórum Extraordinário "O Regime de Colaboração - A Superação dos Desafios na Gestão Publica da Educação" e o 2º Seminário de Educação Infantil "Um Currículo Integrador e Plural no Processo Educativo", sua participação é muito importante nesta etapa do processo, segue também os links dos arquivos e fotos do evento, e os certificados para download.

    Link para Avaliação:
    https://goo.gl/forms/QPvS1EavtFajXcMr2


    Link dos Arquivos e Certificados
    https://drive.google.com/open?id=1eZICnrXgxk5b6ZtA0GoCYj28siYRDfeN


    Link das Fotos
    https://photos.app.goo.gl/u7sgtUgibW3odvLBA


    12/07/2018


    Undime MT realiza Fórum Extraordinário
    A Undime MT realiza entre os dias entre os dias 4 e 5 de julho, na cidade de Várzea Grande, o XI Fórum Estadual Extraordinário da Seccional. Palestrante convidado do evento, o Dirigente Municipal de Educação de Goiânia/ GO e Presidente da Undime Região Centro-Oeste, Marcelo Ferreira da Costa, integrou a mesa que debateu o Regime de Colaboração: a superação dos desafios na gestão pública da educação e do debate "A superação dos principais desafios enfrentados pelos gestores municipais na operacionalização das implementações das políticas públicas". Leia mais

    Representando a Rede Nacional Primeira Infância(RNPI), a Avante – Educação e Mobilização Social realizou oficina sobre a “Construção do Plano Municipal Primeira Infância (PMPI) e participou da Roda de Conversa: “O Perfil e a Formação do Profissional de Educação Infantil e a BNCC” em dois eventos realizados em paralelo, em Várzea Grande, Mato Grosso, nos dias 4, 5 e 6 de julho/18. Saiba mais

    25/06/2018


    Prorrogada as inscrições para o 11º Fórum Extraordinário "O Regime de Colaboração - A Superação dos Desafios na Gestão Publica da Educação" e o 2º Seminário de Educação Infantil "Um Currículo Integrador e Plural no Processo Educativo" nos dias 04, 05 e 06 de Julho de 2018, no Auditório do Hotel Hits Pantanal em Várzea Grande, conforme pré-programação. clique aqui,

    As inscrições para participação no evento já está disponível no link abaixo ate dia 28/06/2018 e vencimento do boleto para 29/06/2018.

    Neste sentido, informamos que a taxa de inscrição para os municípios Filiados e Adimplentes é R$ 50,00 (cinquenta reais) por pessoa e para os municípios Não Filiados é R$ 200,00 (Duzentos reais por pessoas). 
    Salientamos, que este Fórum é de suma importância para o fortalecimento da Entidade, e a participação de todos mostra a união do grupo, conquistando respeito e atenção.

    Contamos com a presença de todos (as).

    Inscrições clique aqui.


    14/06/2018


    A Undime-MT estará realizando seu 11º Fórum Extraordinário "O Regime de Colaboração - A Superação dos Desafios na Gestão Publica da Educação" e o 2º Seminário de Educação Infantil "Um Currículo Integrador e Plural no Processo Educativo" nos dias 04, 05 e 06 de Julho de 2018, no Auditório do Hotel Hits Pantanal em Várzea Grande, conforme pré-programação. clique aqui,

    As inscrições para participação no evento já está disponível no link abaixo ate dia 25/06/2018 e vencimento do boleto para 26/06/2018.

    Neste sentido, informamos que a taxa de inscrição para os municípios Filiados e Adimplentes é R$ 50,00 (cinquenta reais) por pessoa e para os municípios Não Filiados é R$ 200,00 (Duzentos reais por pessoas). 
    Salientamos, que este Fórum é de suma importância para o fortalecimento da Entidade, e a participação de todos mostra a união do grupo, conquistando respeito e atenção.

    Contamos com a presença de todos (as).

    Inscrições clique aqui.