UNDIME/MT

    13/08/2018


    A contagem regressiva para o Lançamento Oficial do Curso de Gestores para Educação Municipal – GEM já começou. As informações sobre a iniciativa devem ser divulgadas amanhã, durante a abertura da sétima edição do Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação (7º FNEx), que acontece em Recife (PE). *Compartilhe a informação com os dirigentes inscritos no GEM do seu estado!*

    09/08/2018


    Convite para Transmissão ao vivo no dia 15/08/2018 as 15:00h da Implementação do Programa Mais Alfabetização no Estado de Mato Grosso. Parceria da Seduc/MT e Undime/MT

    07/08/2018


    O percentual de docentes com curso superior foi de 93,8% no Ensino Médio e de 82,1% no Ensino Fundamental, em 2017. A rede pública apresenta maior percentual de docentes com curso superior em relação à rede privada nas duas etapas de ensino. Os dados são do Indicador Educacional “Percentual de Docentes com Curso Superior”, extraídos do Censo Escolar 2017, um dos oito divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no início de julho.

    O indicador “Percentual de Docentes com Curso Superior” permite avaliar o percentual de professores com nível superior completo em diferentes etapas de ensino e níveis de agregação (escolas, municípios e estados). Por meio dele, é possível monitorar a taxa de docentes com nível superior e formação mínima exigida para o ensino na maioria das etapas da educação básica.

    Assim como os outros Indicadores Educacionais do Censo Escolar 2017, esses dados estão disponíveis para consulta no Portal do Inep, na seção Dados. Ao selecionar o indicador de interesse, serão listados todos os anos em que ele foi divulgado. É possível fazer download dos dados por Brasil, regiões e unidades da federação; municípios e escolas.

    Este ano o Inep divulgará dez Indicadores Educacionais: Média de alunos por turma, Média de horas-aula diária, Taxa de distorção idade-série, Percentual de docentes com curso superior, Adequação da formação docente, Regularidade do corpo docente, Esforço docente, Complexidade da gestão da escola, Taxa de rendimento e Taxa de transição. Esses dois últimos – com informações sobre aprovação, reprovação e abandono; e promoção, repetência, evasão e migração para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) – serão divulgados ainda neste segundo semestre.

    Indicadores Educacionais – Capazes de agregar valor analítico e avaliativo às estatísticas, os Indicadores Educacionais do Censo Escolar permitem conhecer não apenas o desempenho dos alunos, mas também o contexto socioeconômico e as condições de em que se dá o processo ensino/aprendizagem no qual os resultados foram obtidos. Os Indicadores são úteis principalmente para o monitoramento dos sistemas educacionais, considerando o acesso, a permanência e a aprendizagem de todos os alunos. Dessa forma, contribuem para a criação e o acompanhamento de políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade da educação e dos serviços oferecidos à sociedade pela escola.

    Acesse aqui os Indicadores Educacionais

    O Movimento Global Criativos da Escola lançou nesta quinta-feira (26) seu segundo programa no YouTube. Dando continuidade à proposta de conversar diretamente com os estudantes e intensificar o diálogo entre os jovens, os alunos Luis, Mateus e Murilo, do grupo A Visão do Rap, premiado no Desafio 2017, lançam o programa “Pega a Visão” abordando a “Pressão na Escola”. Nele, os adolescentes conversam sobre as maiores preocupações no colégio, como ir bem nas provas, a comparação com seus amigos ou com a família, brincadeiras dentro e fora da sala de aula. 

    Criado pelo Instituto Alana com o objetivo de oferecer às crianças e adolescentes a oportunidade de transformar a realidade que os rodeia, o Criativos da Escola encoraja crianças e jovens a transformarem suas realidades, reconhecendo-os como protagonistas de suas próprias histórias de mudança. O protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe são os pilares centrais deste projeto que busca envolver e estimular educandos e educadores de diferentes áreas no engajamento e na atuação em suas comunidades.

    A iniciativa faz parte do Design for Change, movimento global que surgiu na Índia e está presente em 65 países, inspirando mais de 2,2 milhões de crianças e jovens ao redor do mundo.

    Para assistir o vídeo completo, assista em https://bit.ly/2LHWMRw ou saiba mais no link do Facebook da iniciativa https://bit.ly/2JVioF6.


    A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) prorrogou até o próximo dia 17 as inscrições para a 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma). Promovida pela instituição, a competição é um projeto educacional que ocorre a cada dois anos e é voltada para alunos e professores da educação básica, de escolas públicas e privadas, tendo por finalidade estimular projetos, ações e atividades educativas referentes aos temas saúde e meio ambiente.

    Para fazer a inscrição, é preciso que os interessados acessem o regulamento da olímpiada e conheçam os detalhes sobre esta edição, por meio do site oficial. Pelo regulamento, serão aceitos na disputa trabalhos nas categorias ensino fundamental II (6º ao 9º ano) e ensino médio, nos formatos produção audiovisual, produção de textos e projeto de ciências. O tema a ser abordado é de livre escolha dos autores, mas deve ter, necessariamente, relação com o objeto da olimpíada.

    Cada um dos trabalhos inscritos pode ter a participação de professores de diferentes disciplinas, mas a inscrição deverá ser realizada por apenas um docente responsável, atuante nos ensinos fundamental II ou médio, incluindo a modalidade educação de jovens e adultos (EJA). Os trabalhos devem ser desenvolvidos por alunos em sala de aula entre os anos letivos de 2017 a 2018.

    Neste ano, a Obsma, que conta com o apoio do Ministério da Educação, premiará os 36 melhores trabalhos com uma viagem ao Rio de Janeiro para que alunos e professores vencedores participem de atividades científicas na sede da instituição, no bairro de Manguinhos, Zona Norte da capital fluminense. Além da premiação nacional, haverá ainda o Prêmio Ano Oswaldo Cruz para os trabalhos que se destacarem utilizando recursos educacionais produzidos por pesquisadores da Fiocruz.

    A nona edição da olímpiada também buscará divulgar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que compõem a agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável de 2015. Os ODS incluem 169 metas que deverão ser alcançadas até o ano de 2030.

    Os professores que tiverem dúvidas em relação ao regulamento ou às inscrições na Obsma podem entrar em contato com a coordenação da competição pelo e-mail olimpiada@fiocruz.br ou por meio do telefone (21) 2560-8259.

    Estão abertas as inscrições para o Prêmio CAE de Participação Social. O concurso é destinado aos Conselheiros de Alimentação Escolar municipais, estaduais e do Distrito Federal e tem como objetivo premiar ações de destaque que fortalecem a atuação do controle social do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

    Além de incentivar o envolvimento da sociedade nas ações do programa, a iniciativa busca valorizar as experiências que geram impactos positivos no âmbito da gestão do PNAE, que possam servir de referência e inspiração para outros conselhos de alimentação em todo o país. 

    Serão escolhidos 15 relatos de experiência – sendo três por cada região do Brasil. As iniciativas selecionadas irão compor o Caderno do Prêmio CAE de Participação Social – edição 2018 e, além disso, será concedido direito ao uso do Selo de Premiação nos materiais de divulgação impressa ou eletrônica aos vencedores.

    Os conselhos interessados em participar devem ser cadastrados no sistema CAE Virtual e precisam estar com mandato vigente. As inscrições são gratuitas e ficarão abertas até 19 de agosto. Para se inscrever, basta enviar e-mail para premiocae@fnde.gov.br, anexando os seguintes documentos: Relato de experiência, ficha de inscrição e termo de aprovação do relato.

    O edital do prêmio, as regras de participação e demais informações estão disponíveis na página do Prêmio CAE, no portal do FNDE.

    Gestores do Distrito Federal e de municípios que tenham recebido recursos de apoio à educação infantil (novas turmas, novos estabelecimentos e apoio suplementar), a partir do exercício de 2012, já podem preparar a prestação de contas no Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC), módulo Contas Online, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

    O sistema foi aberto, nesta semana, para a inserção de dados sobre as despesas efetuadas entre 2012 e 2017. A partir de agosto, o SiGPC será disponibilizado gradativamente para o envio das prestações de contas ao FNDE.

    Após o ente federativo encaminhar as informações sobre a execução dos recursos, o respectivo Conselho de Acompanhamento e Controle Social (CACS) terá 60 dias para analisar as prestações de contas e emitir parecer por meio do Sistema de Gestão de Conselhos (Sigecon), do FNDE.

    27/07/2018


    O CETRAP/MT em conjunto com a APDM/MT irá realizar uma Tele aula sobre Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, com a finalidade de sensibilizar a sociedade em geral sobre a existência deste crime, que fere a dignidade humana. Esta atividade faz parte da Campanha Coração Azul – Campanha Internacional sobre Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas uma parceria firmada pela Presidente da APDM Rafaele Oliveira Russi. A tele aula será realizada no dia 30/07 das 14h as 16h30min.

    https://www.youtube.com/watch?v=Df51ZdOU5WY

    Não fique de fora. Participe!

    Parabéns aos Municípios de Mato Grosso participando da RECODE

    Biblioteca Rubem AlvesPeixoto de Azevedo
    Biblioteca Publica Érico VeríssimoÁgua Boa
    Biblioteca Pública Municipal Geraldo Gomes FariaJaciara
    Biblioteca Pública Municipal Professora Leonidia Avelino de MoraesCáceres
    Biblioteca Municipal Centro do Saber André dos SantosSapezal
    Biblioteca Pública Monteiro LobatoSorriso
    Biblioteca Municipal Fonte do AprendizQuerência
    Biblioteca Pública Municipal Manoel Severino da SilvaRondonópolis

    Maiores informações, clique aqui.

    No dia 27 de julho de 2018. Houve o encontro com a equipe do PME do município de Várzea Grande, sobre monitoramento e avaliação do Plano Municipal de Educação. Foi um momento rico na troca de conhecimento e expertises, a equipe demonstrou estar alinhado com as diferentes tarefas que o plano exige. Várzea Grande cada vez mais demonstrando trabalho e competência no que faz.

    25/07/2018

     

    ORIENTAÇÕES AOS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO para atendimento à Portaria Conjunta STN/FNDE nº 2/2018 no tocante ao CNPJ do Órgão Municipal de Educação.

    Em reunião da gestão ampliada da Undime, realizada no dia 09 de maio de 2018 em São Paulo/SP, deliberou-se no sentido de que a entidade elaborasse, com o apoio de seus consultores da área jurídica e contábil (que assinam o presente expediente), um documento orientativo sobre o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) do Órgão Municipal de Educação para que se dê o devido cumprimento às exigências da contidas na Portaria Conjunta STN/ FNDE nº 2/2018 para gestão da conta do FUNDEB (ou seja, se o CNPJ deve ser próprio do órgão municipal de educação ou deve ser um CNPJ filial do Município, ou, ainda, se é devido instituir o Fundo Municipal de Educação com CNPJ específico), bem como sobre os encaminhamentos a serem considerados e
    cumpridos pelos municípios para adequação à referida Portaria. 
    Leia o documento na integra, clique aqui.



    19/07/2018

    Como melhorar a gestão hídrica? E otimizar as opções de reuso? Esses são alguns dos desafios listados pela Korea International Water Week. A ideia é que os inscritos para a semana temática proponham soluções. Como prêmio, os melhores candidatos embarcam para uma viagem à Coreia do Sul. Inscrições vão até 30 de julho!

    Não é de hoje que os problemas relacionados à água chamam a atenção do mundo. Formas de garantir o reuso da água, estratégias para a gestão hídrica, uso consciente do recurso em países em desenvolvimento… Esses são, também, alguns dos focos da Korea International Water Week. A semana temática estimula que pessoas do mundo todo proponham soluções para os principais problemas. Como prêmio, oferece uma viagem à Coreia do Sul com tudo pago.

    Qualquer pessoa que tenha interesse em tais questões pode se inscrever, independentemente da formação. A única restrição é que sejam submetidas soluções bem elaboradas e aplicáveis.
    Como concorrer a uma viagem à Coreia do Sul

    O concurso estabelece que cada inscrito submeta soluções por um formulário padrão, disponível no site. Entretanto, vale lembrar que tais propostas devem ter como base os problemas já descritos pela KIWW. Por exemplo, excesso de fluoreto em determinada fonte de água. Para cada desafio, há uma descrição da situação.

    As saídas encontradas pelos candidatos serão avaliadas, então, por cinco critérios. Primeiro, é preciso que a pessoa inscrita tenha entendido o problema e se pautado na sustentabilidade. Deve, ainda, ter elencado soluções viáveis e que causem, de fato, impacto.

    Como prêmio, os melhores projetos são selecionados para a viagem à Coreia do Sul. A semana temática, em que os trabalhos finalistas serão destaque, acontece em setembro, em Daegu.

    18/07/2018


    Estão abertas as inscrições para o 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação (7º FNEx), que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco entre os dias 14 e 17 de agosto. Com o tema “O Direito à educação e a garantia ao acesso, à permanência e à aprendizagem”, a edição 2018 pretende reunir aproximadamente 1.500 Dirigentes Municipais de Educação (DME) e especialistas na área, estimulando o debate sobre a oferta do ensino e as políticas educacionais do país.
    Os participantes poderão se aprofundar em assuntos como financiamento da educação, implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), formação do professor e seu papel no processo de ensino e aprendizagem, além de políticas e programas para garantia do direito à educação. Organizadas em quatro eixos, as oficinas temáticas abordarão os temas: A liderança e a gestão de recursos humanos; Introdução ao sistema municipal de ensino e principais marcos legais; Estrutura da secretaria e práticas pedagógicas; e Administração e gestão dos recursos financeiros. Ainda entre conferências, mesas-redondas, salas temáticas, o 7º Fórum Extraordinário também proporcionará visitas dos participantes às salas de atendimento governamental e a estandes dos parceiros institucionais da Undime. leia mais...

    Portaria do Ministério da Educação publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União institui o Programa de Apoio ao Novo Ensino Médio. O programa vai apoiar as secretarias de educação estaduais e do Distrito Federal na elaboração e execução do plano de implementação de novo currículo que contemple a Base Nacional Comum Curricular, e os diferentes itinerários formativos e a ampliação de carga horária para mil horas anuais.

    As secretarias receberão apoio técnico para elaboração, execução, monitoramento e avaliação do Plano de Implementação do Novo Ensino Médio, materiais de orientação técnico-pedagógica e de gestão e ferramentas digitais para auxiliar no acompanhamento e monitoramento.

    A adesão das secretarias de Educação ao Programa deverá ser formalizada por meio da assinatura de termo de compromisso. Ao aderir, a secretaria se compromete a elaborar e executar o Plano; a validar os produtos elaborados pelas assistências técnicas, que serão encaminhados à Secretaria de Educação Básica; a implantar escolas-piloto com currículo flexível com a oferta de itinerários formativos, a partir de 2019; e a implantar o currículo flexível com a oferta de, no mínimo, dois itinerários formativos, em 100 por cento das escolas do Ensino Médio em Tempo Integral, até 2022.

    Fonte: Agência Brasil