UNDIME/MT

    06/04/2018


    No dia 10 de abril, às 16h, assista ao vídeo sobre Programa Mais Alfabetização.
    Será realizado com MEC e CONVIVA. Fiquem atentos!! Não Percam!
    Acompanhe ao vivo no Facebook Conviva
    Basta Clicar no link: https://www.facebook.com/convivaeducacao/

    05/04/2018



    A busca pela garantia dos direitos de aprendizagem previstos para toda criança matriculada nos dois primeiros anos do ensino fundamental une o Ministério da Educação (MEC) às secretarias municipais, estaduais e distrital de educação, por meio do Programa Mais Alfabetização. O Programa será implementado nas turmas de 1º e 2º anos do ensino fundamental das unidades escolares públicas, por meio de articulação institucional e cooperação com as redes de ensino, e com apoio técnico e financeiro federal. Juntos, o MEC e as secretarias de educação do país empreendem esforços para superar os desafios apresentados na alfabetização das crianças brasileiras.

    Veja o vide o saiba mais sobre o programa. clique aqui.

    03/04/2018


    Um Pouco da História

    A partir de uma iniciativa do Ministério da Educação, surge em outubro de 2015 a proposta de reunir e disponibilizar, em um único lugar, os Recursos Educacionais Digitais dos principais portais do Brasil. Com o objetivo de melhorar a experiência de busca desses Recursos, a Plataforma foi desenvolvida numa parceria coletiva entre: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professoras(es) da Educação Básica de todo o Brasil. Assim, a Plataforma MEC pretende se tornar uma referência em Recursos Educacionais Digitais, como um ambiente de busca, interação e colaboração entre professoras(es)!

    Faça parte deste espaço de colaborativo você também!

    Conheça, clique aqui


    Foi liberada a cota-parte do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM) destinada à Assistência Social – de R$ 400 milhões –, por meio da Portaria 1.324/2018. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) traz esclarecimentos aos gestores e denuncia manobra do governo em relação ao critério de repasse e à forma engessada de utilização do recurso. A entidade alerta: o dinheiro deve ser usado em consonância com a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais, com os respectivos Plano de Assistência Social e Plano de Ação e com as demais normativas vigentes. 
    Como foi definido que o repasse do AFM seria fundo a fundo, a CNM lembra que transferência desses recursos aos cofres municipais será pelo Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS) aos Fundos Municipais de Assistência Social (FMAS). A entidade destaca ainda que a verba deve ser disponibilizada para utilização dentro dos blocos de financiamento dos Serviços e Gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas), ou seja, para custeio de serviços e investimentos na gestão. Leia Mais


    02/04/2018


    O 2º Encontro de Gestores Municipais de Educação de Mato Grosso, contou com a participação de 98 Secretários Municipais de Educação e 97 entre Técnicos, Coordenadores e Assessores.
    Registramos também a participação de 4 prefeitos, prestigiando as palestras e discussões acerca dos assuntos da educação.
    Todos os arquivos apresentados durante o evento já estão disponíveis para baixar, juntamente com as fotos e os certificados. Agradecemos a participação de todos.

    Clique aqui, baixe os arquivos.

    Baixe as fotos clique aqui.

    28/03/2018


    O presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram, nesta quarta-feira (28), a liberação de recursos para a implementação do Programa Mais Alfabetização. O investimento será de R$ 523 milhões nos próximos dois anos. A Undime estava presente na cerimônia, realizada no Palácio do Planalto, em Brasília.

    Em 2018, serão liberados R$ 253 milhões, sendo R$ 124 milhões de forma imediata para escolas de estados e municípios em todo o país. A segunda parcela será liberada no segundo semestre de 2018, de acordo com o monitoramento e avaliação da execução do programa.

    O presidente da Undime Região Centro-Oeste e presidente da Undime Goiás, Marcelo Ferreira da Costa, Dirigente Municipal de Educação de Goiânia, representou a instituição na cerimônia e agradeceu o apoio. “Alfabetizar as crianças na idade certa é um desafio para o nosso país, é garantia de qualidade para a educação no futuro e, para isso, precisamos ter políticas públicas adequadas. Esse importante apoio às escolas, principalmente àquelas mais vulneráveis, trará impacto para que nós possamos pensar a educação que nós queremos para o Brasil”. leia mais...

     A equipe da UNDIME deseja a todos uma Páscoa repleta de paz, amor e união na companhia dos que mais amam.

    Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?" 

    Evento acontecerá entre os dias 3 e 6 de abril e já está com vagas presenciais esgotadas

    O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) irá transmitir ao vivo em seu canal do YouTube as palestras do FNDE em Ação, que acontecerá entre os dias 3 e 6 de abril, em Brasília. A medida vai permitir que aqueles que não conseguiram vagas para participar do evento, devido a quantidade limitada de inscrições, possam acompanhar a programação em tempo real.
    O FNDE em Ação é uma série de palestras e oficinas especializadas sobre os principais programas educacionais gerenciados pela autarquia. Desta vez, as palestras serão sobre os Programas do Livro, Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Programa Caminho da Escola, Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE), Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), monitoramento e execução de obras, prestação de contas e Plano de Ações Articuladas (PAR), todas com foco em gestores e técnicos.
    Os cerca de 100 gestores que participarão do evento em Brasília também receberão atendimento individualizado para resolver possíveis pendências e sanar dúvidas relacionadas à execução dos programas do FNDE em seus estados e municípios.

    Para receber as notificações dos vídeos das transmissões, basta entrar no link do canal do FNDE e ativar o sino. Dessa forma, quando cada palestra for iniciada, os seguidores serão avisados.

    Cerca de 800 pessoas, de todos os estados brasileiros, estão reunidas essa semana em Brasília para participar do 1º Encontro de Formação do programa de apoio à implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) - Educação Infantil e Ensino Fundamental. "O auditório cheio e repleto de pessoas interessadas e comprometidas com o processo de implementação da Base chega a impressionar. A cena é emocionalmente e reflete o compromisso que todos nós temos em fazer a educação no país caminhar e ser cada dia melhor", comenta o presidente da Undime e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima.
    O evento formativo começou nesta segunda (26) e vai até quarta-feira (28). Na abertura oficial estavam presentes: a secretária executiva do Ministério da Educação (MEC), Maria Helena Guimarães de Castro; o secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares da Silva; a vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e secretária de estado de Educação de Mato Grosso do Sul, Maria Cecilia Amendola da Motta; o presidente da Undime, Alessio Costa Lima; o presidente do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação (FNCEE), Álvaro Moreira Domingues Juinor; e o presidente da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Manoel Humberto Gonzaga Lima. leia mais...

    A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou nesta terça-feira (27) um projeto do senador Romário (Pode-RJ) que garante mais recursos aos municípios e ao Distrito Federal, destinados à educação infantil (PLS 339/2017). A proposta, relatada por Telmário Mota (PTB-RR), define percentuais mínimos para a transferência automática de recursos via programa Brasil Carinhoso.
    O Brasil Carinhoso (Lei 12.722/2012) consiste na transferência automática às prefeituras - sem necessidade de convênio - de recursos para a educação infantil, de acordo com o número de vagas ocupadas por crianças beneficiárias do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou que apresentem deficiência.
    O objetivo é incentivar os municípios a aumentar o número de vagas e a melhorar o atendimento, além de promover ações de cuidado integral, segurança alimentar e nutricional, e a garantia de acesso e permanência dos beneficiários na educação infantil. leia mais...

    Com o objetivo de mapear iniciativas de educação financeira, a Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef), coordenado pela Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil), decidiu estender até sexta-feira, 30 de março, a 2ª edição do Mapeamento Nacional das Iniciativas de Educação Financeira.
    A ideia do projeto é conhecer com maior abrangência e profundidade o cenário da educação financeira no Brasil. Além disso, os dados vão ajudar a promover reflexões sobre os desafios e as oportunidades da área no país.
    O mapeamento é realizado por meio de questionário online disponível no link https://pcde.wufoo.eu/forms/1-2a-mapeamento-de-educaaao-financeira/.
    Podem participar escolas do ensino fundamental, médio, instituições de ensino superior, associações, cooperativas, órgãos da iniciativa privada, professores e pessoas físicas que desenvolvem iniciativas de educação financeira.
    Em 2009, um levantamento preliminar de iniciativas desse tipo no país identificou 64 projetos. Em 2013, o 1º Mapeamento Nacional identificou 803 ações em diferentes regiões brasileiras. Em 2018, a intenção é alcançar iniciativas em todo o território nacional.

    Clique aqui para acessar o questionário.

    O presidente da Undime e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima, foi convidado para falar, nesta quinta-feira (22), sobre o novo cenário educacional após a homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no 2º Encontro de Gestores Municipais de Educação, promovido pela Undime Mato Grosso.
    Entre dirigentes municipais de educação e técnicos das secretarias, 180 pessoas participam do evento em Cuiabá. A partir do tema "O cenário educacional em MT e os desafios para 2018", o encontro debate também: o cenário da educação no estado do Mato Grosso; a política de formação de professor já pensando na BNCC; educação e a evolução tecnológica; planejamento do novo ciclo do Plano de Ações Articuladas (PAR) 2017-2019; regime de colaboração; liderança e gestão de pessoas; financiamento da educação, entre outros. leia mais...